Poema Porno…

Publicado: sexta-feira, 25, julho, 2008 por DEMO em Poemas
Tags:,

Quer seja curto ou comprido
Quer seja fino ou mais grosso
É um órgão muito querido
Por não ter espinhas nem osso

De incalculável valor
Ninguém tem um a mais
E desempenha no amor
Um dos papéis principais

Quando uma dama aparece
Ei-lo a pular com fervor
Se é um rapaz, estremece
Se é velho, tem pouco vigor

O seu nome não é tão feio
Pois tem sete letrinhas só
Tem um R e um A no meio
Começa em C e acaba em O

Nunca se encontra sozinho
Vive sempre acompanhado
Por outros dois orgãozinhos
Junto de si, lado a lado

O nome destes porém
Não gera confusões
Tem sete letras também
Tem L e acaba em ÕES

Prá acabar com o embalo
E com as más impressões
Os órgãos de que eu falo…

São o CORAÇÃO e os PULMÕES.

 

Pensou Besteira, ô mente poluída.

comentários
  1. oalentodamusa disse:

    desejo convidar vc a ler o meu último livro de poemas, Erótica:
    http://www.lulu.com/content/2859833

  2. Cinthia disse:

    D+, eu adorei, achei muito engracado…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s